segunda-feira, 31 de março de 2014

sem título


inúmeros foram os equívocos
de tua pele


chegou-te tarde o verão
áspero o poema a contornar
teus dias de insônia e fúria


farta é a fonte do teu riso.

2 comentários:

  1. Obrigada pela leitura, meu querido! Sabes de onde vem toda a inspiração...

    ResponderExcluir